Perfil do PRODER

O PRODER é um instrumento estratégico e financeiro de apoio ao desenvolvimento rural do continente, para o período 2007-2013, aprovado pela Comissão Europeia, Decisão C(2007)6159, em 4 de Dezembro.

Co-financiado pelo FEADER – Fundo Europeu Agrícola de Desenvolvimento Rural aproximadamente em 3,5 mil milhões de euros, envolve uma despesa pública de mais de 4,4 mil milhões de euros.

Decorrente do Plano Estratégico Nacional – PEN, que define as orientações fundamentais para a utilização nacional do FEADER, a estratégia nacional para o desenvolvimento rural escolhida em função das orientações estratégicas comunitárias, visa a
concretização dos seguintes objectivos:

  • Aumentar a competitividade dos sectores agrícola e florestal;
  • Promover a sustentabilidade dos espaços rurais e dos recursos naturais;
  • Revitalizar económica e socialmente as zonas rurais.


A estes objectivos estratégicos acrescem ainda objectivos de carácter transversal , como sejam, o reforço da coesão territorial e social, e a promoção da eficácia da intervenção dos agentes públicos, privados e associativos na gestão sectorial e territorial.



Redes Temáticas

O ponto 4.2.2 "Redes temáticas de Informação e Divulgação" é um ponto do programa de Desenvolvimento Rural do continente (PRODER), integrado na medida 4.2 "Informação e Formação Especializada" do subprograma 4 "Promoção do conhecimento e Desenvolvimento de Competências.

Âmbito

Incentivar o aparecimento de redes de tratamento e difusão da informação disseminada por várias instituições que organizem conhecimento técnico e científico disponível, de forma a optimizar a sua transferência junto dos seus potenciais interessados.

Promover a cooperação entre o tecido empresarial, através das suas associações e cooperativas, centros tecnológicos, instituições de I&D, escolas técnicas ou universidades, laboratórios ou outras entidades públicas com competência na matéria, através da criação de redes adequadas e capacitadas para responder às necessidades dos sectores agrícola, florestal e agro-alimentar.


Objectivos

  • Criar redes de tratamento e difusão da informação técnica e científica no âmbito das actividades dos sectores agrícola, florestal e agro-alimentar, promovendo a articulação e adequação entre a produção de conhecimento e os seus potenciais utilizadores;
  • Melhorar o tratamento e o acesso à informação necessária para o desenvolvimento da competitividade das empresas e dos territórios;
  • Promover a cooperação e a organização sectorial, favorecendo a emergência de estratégias sectoriais de desenvolvimento e reforço dos "clusters" nacionais.

 

Beneficiários

  • Pessoas Colectivas públicas ou privadas  com atribuições ou actividades nas áreas de investigação e desenvolvimento;
  • Associações, confederações, cooperativas e organizações sectoriais agrícolas, florestais e agro-alimentares;
  • Pólos de competitividade;
  • Centros operativos e tecnológicos.




Para mais informações, consultar no site do proder, "perfil do PRODER"